Exposição “Persona”


Univasf promove exposição “Persona”, com obras em nanquim.

Promover a reflexão sobre identidade de gênero e sexualidade é a proposta da exposição “Persona”, que está em cartaz no Hall da Reitoria da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), Campus Sede, em Petrolina (PE). A mostra resulta do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) do egresso de Artes Visuais da Univasf Douglas Cândido e conta com o apoio da Diretoria de Arte, Cultura e Ações Comunitárias (DACC), da Pró-Reitoria de Extensão (Proex). A exposição, que segue até 2 de outubro, é gratuita e aberta à comunidade.

As 13 obras expostas, feitas a partir da técnica nanquim, procuram estimular uma inquietação no público, levando as pessoas a refletirem sobre os padrões do corpo. A mostra é composta por parte de duas séries: ‘Disforia’, que trata de uma inclinação ao gênero a partir da observação da genitália; e ‘Devir’, que trata das formas como os corpos devem ser apresentados.

O título da exposição faz referência aos personagens andróginos criados pelo artista, que mistura características corporais masculinas e femininas. As imagens também têm frases caracterizando os corpos, para que assim seja possível identificar como são conhecidos socialmente. A mostra já passou por Recife e está em Petrolina pela segunda vez.

De acordo com Cândido, a exposição traz várias reflexões sobre o que é ser homem e o que é ser mulher a partir da observação da genitália. “Afinal, o que é ser uma pessoa na sociedade contemporânea? A reflexão mais política do que existencial atravessa o fluxo desta exposição. Dela, mil outras podem ser formuladas: na terra do cabra macho, até que ponto a insubordinação aos padrões sexuais/de gênero pode fazer de nós corpos mutáveis?”, questiona.

Danilo de Souza

Confira fotos: