Exposição Capoeira – Pinturas


Com a proposta de levar a arte da capoeira para diversos espaços, está aberta no Hall da Reitoria da Universidade Federal do Vale do São Francisco, Campus Petrolina (PE), a mostra de pinturas “Capoeira”, do artista baiano Sérgio Rabinovitz. A abertura da exposição, que já foi apresentada em países europeus como Inglaterra e Portugal, será feita pelo grupo Abadá Capoeira do projeto “Capoeira da Univasf”. A mostra fica em cartaz de 19 a 30 de outubro e é gratuita.

Produzidas entre 2004 e 2014, em tinta acrílica sobre papel Fabriano, as 30 reproduções estão no formato de 30 cm por 50 cm e foram feitas a partir de flagrantes dos capoeiristas “gingando” em espaços públicos e também com capoeiristas reproduzindo a dança em seu ateliê. Rabinovitz é pintor autodidata, desenhista, fotógrafo, ilustrador e desenvolve seu trabalho artístico há mais de 40 anos, na cidade de Salvador.

Segundo ele, a ideia é mostrar parte dessa cultura que passou a compor sua criação. “Essa série foi desenvolvida focando na capoeira da Bahia, que apesar de ainda não ser muito valorizada é conhecida mundialmente”. O artista pretende ainda levar a mostra para outros lugares. “Tenho ideia de levar a exposição para diversos públicos e espaços, porque apesar de conhecida, a capoeira ainda não é valorizada”, completou.

A série “Capoeira” já foi adquirida pela Burger Collection, coleção privada de arte contemporânea de Hong Kong, que reúne mais de mil obras de 120 artistas contemporâneos do mundo inteiro.

A mostra faz parte do Projeto Artes Visuais Integradas e Exposições Alternativas, promovido pela Diretoria de Arte, Cultura e Ações Comunitárias (DACC) da Pró-Reitoria de Extensão (Proex) da Univasf.

Confira as fotos: