Exposição Fotográfica Vale Ouro


Um passeio com amigos pelo Vale do São Francisco, entre o sertão baiano e pernambucano, resultou em fotografias poéticas que retratam, eternizam e documentam paisagens do rio e das duas cidades ribeirinhas, Juazeiro (BA) e Petrolina (PE). Os registros, feitos pelo fotógrafo e jornalista Gabriel Fagundes, integram a exposição “Vale Ouro”, que estará em cartaz a partir do dia 31 de Maio, no Hall da Reitoria da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf), Campus Centro, em Petrolina (PE). A mostra é aberta ao público e ficará em cartaz até 24 de junho, das 8h às 18h.

A exposição é composta por 30 fotografias coloridas, em tamanho A3, feitas no período de novembro a dezembro do ano passado. “Vale Ouro” é a primeira exposição realizada pelo fotógrafo. O pôr do sol, o rio São Francisco, a Ilha do Fogo, a ponte Presidente Dutra, momentos de brincadeiras, de lazer e até pesca são retratados nas imagens. “Busquei eternizar momentos únicos nesse Vale encantado”, revela Fagundes.

Segundo o fotógrafo, a proposta da exposição é sensibilizar e chamar a atenção das pessoas para a preservação do rio. “Uma vez mostrando de forma poética o quão lindo e importante é o nosso rio, talvez as pessoas entendam que não podemos de maneira alguma perder essa beleza natural”, diz. Fagundes defende o rio e acredita que através da linguagem poética da fotografia, a preservação pode se tornar algo primordial na vida dos ribeirinhos, apesar do olhar crítico, as fotos não têm caráter denunciante.

Ao receber um convite de amigos para que viesse fotografar, Biel Fagundes, como é conhecido artisticamente, passou um mês na região do Vale do São Francisco. Entre uma andança e outra, registrava os momentos que compõem a exposição.

A mostra “Vale Ouro” leva esse título porque, segundo Fagundes, diversas pessoas usufruem de um rico recurso hídrico que banha, não só Juazeiro e Petrolina, mas grande parte do Nordeste brasileiro. “Banhar-se nas águas do Velho Chico é purificar a alma”, afirma.

Jornalista, fotógrafo e produtor audiovisual nascido em Senhor do Bonfim (BA), Gabriel Fagundes já havia passado uma temporada nas duas cidades retratadas, em 2007, quando ainda não era jornalista. Foi depois dessa primeira visita que surgiu sua admiração pelas belezas do Vale do São Francisco. Atualmente, ele reside no interior do estado São Paulo, na cidade de Marília.

A exposição faz parte do Projeto Artes Visuais Integradas e Exposições Alternativas, promovido pela Diretoria de Arte, Cultura e Ações Comunitárias (DACC) da Pró-Reitoria de Extensão (Proex) da Univasf.

Danilo de Souza

Por: Assessoria de Comunicação

Confira as fotos: